fbpx

7 dicas para controlar melhor a produção e o estoque da indústria

produção e estoque
28/02/2022

7 dicas para controlar melhor a produção e o estoque da indústria

Alguns do processos feitos pelas indústrias são o controle da produção e do estoque, a fim de assegurar que os produtos fabricados atendam, de fato, às especificações da equipe da empresa e clientes da própria fábrica. Esse tipo de controle ajuda a evitar desperdícios e perdas, fazendo com que a lucratividade e competitividade aumentem de forma significativa.

Geralmente, esse elemento da gestão industrial é ignorado por algumas indústrias, que fazem de modo pouco eficiente o controle da produção, fazendo uso de documentos de papel, planilhas ou até mesmo sem nenhum tipo de controle de processos. Mas você sabe como realizar o controle da produção e do estoque da indústria?

Pensando nisso, daremos 7 dicas que farão toda a diferença nos resultados da sua empresa. Acompanhe!

1. Conheça bem a fábrica

É primordial ter um bom conhecimento de cada uma das etapas de produção da sua fábrica: área, colaboradores, clientes, processos, histórico, entre outros. Você pode fazer um mapeamento dos processos, criando fluxogramas de cada atividade, sinalizando quais são os produtos oferecidos, as matérias-primas usadas e tudo o que envolve cada um dos departamentos.

Para que seja possível conseguir colocar isso em prática, é preciso centralizar todos os dados que conquistam, mantendo as ideias organizadas e caracterizar elementos do estoque, da produção, custos, demandas, finanças etc. Também é muito importante contar com colaboradores treinados e qualificados. Inclusive, é necessário conhecer as capacitações de cada um e saber aproveitar aquilo que eles têm de melhor.

2. Crie códigos para identificar seus produtos

Outra dica importante é criar códigos para seus produtos e materiais para que seja possível identificar com mais agilidade seus produtos, a fim de acelerar a identificação dos itens e organizar com mais eficiência o seu estoque. Inclusive, caso seja possível, deixe o estoque organizado por categoria de material, dessa forma, será mais fácil achar o que sua equipe necessita.

3. Desenvolva uma rotina de inventários

É muito importante desenvolver uma rotina de inventários e conferi-los com frequência. Existem itens que precisam de mais atenção do que outros. Logo, você não deve tratar todo o seu inventário da mesma maneira. Utilizar técnicas ABC é a maneira mais fácil de categorizá-lo.

Os produtos da categoria A exigem mais atenção, pois é muito significativo seu impacto financeiro, por mais que as vendas sejam imprevisíveis. Os itens da categoria C exigem uma atenção menor, pois apresentam menor impacto financeiro, apesar da alta frequência de vendas. Enquanto isso, os bens da categoria B ficam em algum ponto intermediário. É essencial que sejam feitos inventários periódicos, a fim de averiguar a eficácia do controle de estoque e ajustes, caso seja necessário.

4. Defina a ordem de produção

Nesse momento, vamos para a fase mais prática do planejamento da produção. É importante criar roteiros com o intuito de guiar as atividades e conquistar os objetivos. Lembre-se de que é importante ter dados, metas e históricos, por exemplo, à disposição.

Dessa forma, se torna possível a identificação do caminho mais eficaz e adequado para conquistar o desempenho esperado. O objetivo é mensurar a produção baseada na previsão da demanda.

Assim, é possível responder a alguns questionamentos, como:

  • o que produzir;
  • em qual período;
  • em quais quantidades.

5. Armazene seus produtos adequadamente

Uma das principais causas de danos ao inventário e deterioração de produtos é o armazenamento impróprio. Isso também pode complicar o processo de separação. Portanto, é importante que você providencie uma armazenagem adequada para seus itens. Certifique-se de que a temperatura em cada sala de armazenamento esteja bem controlada para que produtos perecíveis, como alimentos, não sejam danificados rapidamente.

Verifique o estado das prateleiras e certifique-se de que não há cupins que possam danificar seus itens. Não coloque muita coisa em uma prateleira para evitar que os itens se sobreponham ou esfreguem uns nos outros. Você pode colocar seus itens mais vendidos na área de armazenamento frontal ou em um corredor de fácil acesso. Assim, sua equipe pode retirá-los e movê-los para uma área de embalagem ou remessa.

6. Capacite os colaboradores

A fim de assegurar uma ótima gestão de estoque, os colaboradores são de extrema importância, visto que toda indústria é instituída por seus membros. Desse modo, é preciso realizar sua capacitação e dar o auxílio necessário na internalização dos conceitos ligados à gestão de estoque.

Logo, o controle de estoque é um dos elementos essenciais, o qual visa possibilitar a otimização de processos e, com isso, minimizar os desperdícios referentes aos produtos comercializados, maximizando os lucros da indústria. No início do processo é importante que a administração compartilhe somente uma vez as instruções ligadas à fabricação de algum produto com a equipe de trabalho.

7. Otimize a gestão de compras

É primordial, para ter o controle da produção e do estoque de modo eficaz, que a indústria apresente algum tipo solicitação de compras para criar uma boa gestão de compras. O ideal é que seja feita de forma automatizada com o sistema de gestão, em que o programa detecta que falta algum tipo de material e, dessa forma, gera uma solicitação de compra para ele.

Após a solicitação feita, a equipe pode solicitar a cotação, se quiser descobrir os melhores preço entre os fornecedores disponíveis, ou gerar um pedido de compra diretamente com o fornecedor padrão. Lembrando que um sistema de gestão ERP pode gerar as contas a pagar de automaticamente de forma integrada ao pedido de compra.

Por fim, são muitos os benefícios de um bom controle de produção e estoque na sua indústria, como a integração entre as áreas da organização, fazendo com que haja uma gestão mais integrada entre estoque, produção, compras, financeiro e vendas.

Além disso, o estoque permanece atualizado, visto que o sistema fará com que ele fique sempre alinhado com a produção e com a realidade da indústria. Outro grande benefício é que o custo da produção se torna mais apurado e há também a possibilidade de rastrear os materiais.

Este post foi útil para você? Então, aproveite para saber sobre o impacto da previsão de demanda na gestão de estoque na indústria!

Gostou? Compartilhe nas redes sociais!