fbpx

O que é gestão da inovação e como aplicá-la na indústria?

gestão da inovação
07/02/2022

O que é gestão da inovação e como aplicá-la na indústria?

Gestão da inovação é o processo de gerenciamento, sistematização e otimização das práticas inovadoras de uma indústria. Além de criar soluções, os gestores aplicam métodos e utilizam ferramentas estratégicas para que essa atividade seja contínua e planejada. As inovações tecnológicas são fundamentais para solucionar problemas e proporcionar melhorias aos processos industriais.

Neste artigo, vamos explicar os motivos pelos quais vale a pena investir na gestão da inovação industrial e como aplicá-la, além de apresentar os benefícios dessa prática. Aqui, você vai descobrir detalhes sobre a indústria 4.0 e entenderá como se deu essa evolução no setor, a sua importância e as consequências de não se preocupar com esse gerenciamento.

Quer saber por que é importante investir na gestão da inovação industrial? Continue a leitura!

Por que é importante investir na gestão da inovação industrial?

Os investimentos na gestão da inovação industrial são importantes para o desenvolvimento da indústria. Os gestores adotam novas tecnologias, compram novos maquinários e equipamentos de última geração para a evolução dos processos operacionais. Com isso, há o aumento da produtividade, lucratividade e competitividade do negócio. Os novos recursos promovem a saúde financeira das indústrias.

A gestão da inovação possibilita a aplicação de soluções de automação industrial que transformam e modernizam a linha de produção. Por outro lado, aprimora os processos administrativos e ajuda a indústria a ser conduzida de forma coerente, objetiva, organizada e precisa. Diante disso, os empreendimentos têm mais chances de serem bem-sucedidos no mercado.

Como aplicar a gestão da inovação industrial, na prática?

O crescimento de um país depende do incentivo das indústrias inseridas em um cenário altamente competitivo. Se essas organizações almejam destacar-se e continuar crescendo ao longo do tempo, precisam investir na gestão da inovação e em tecnologias que trazem diversos benefícios. Veja, a seguir, como aplicar esse gerenciamento na indústria 4.0, na prática!

Realização de um planejamento prévio

A implementação da gestão da inovação depende da realização de um planejamento prévio pelos gestores da indústria. Esse conceito terá que estar presente em todas as etapas da organização para oferecer novas respostas e estimular a transformação. Um plano vai facilitar a tomada de decisões durante a implantação das soluções tecnológicas e ajudar a resolver problemas de modo ordenado.

Definição dos objetivos da gestão

Para aplicar uma gestão de inovação eficiente, é necessário definir os objetivos do gerenciamento, os quais vão além de comprar softwares inteligentes e maquinários avançados. A definição das metas vai dar um norte para a indústria que pretende efetuar as compras de novas ferramentas e aplicar os recursos disponíveis para o seu desenvolvimento saudável.

Digitalização do processo produtivo

A digitalização do processo produtivo é fundamental para promover a integração entre as inovações tecnológicas digitais e físicas. Por isso, é importante digitalizar as operações desde o relacionamento com os fornecedores de insumos até as questões logísticas que abrangem a entrega de produtos aos clientes, ou o seu armazenamento em local adequado.

A virtualização das operações e a modernização englobam toda a cadeia de produção e possibilitam a conexão digital entre produtos, equipes, equipamentos e insumos. Os gestores podem investir em sistemas ciberfísicos relevantes para a comunicação entre procedimentos físicos e o ambiente virtual. Consequentemente, eles poderão observar, monitorar e simular operações em tempo real.

Substituição do maquinário

A indústria que decide adotar a gestão da inovação precisa substituir os seus maquinários. A inclusão da Internet Industrial das Coisas (IoT), de sistemas ciberfísicos, segurança de dados e outras ferramentas tecnológicas viabilizaram a criação das smart factories, ou fábricas inteligentes. Sendo assim, as etapas de produção foram otimizadas, e a qualidade dos produtos melhorou.

Em virtude disso, todo o processo produtivo foi digitalizado e conectado em redes para garantir a autonomia e independência, bem como tornou desnecessária a atuação humana ou sua interferência. Essas indústrias estão mais preparadas para a criação de soluções exclusivas que serão ofertadas e atenderão as demandas de seus clientes.

Adoção da IoT

A adoção da Internet das coisas (IoT) diz respeito à conexão digital de sistemas e objetos por meio de uma rede. Os dispositivos trocam informações entre si porque são conectados à Rede Mundial de Computadores e contam com sensores acoplados. Esse conjunto de equipamentos interligados confere maior rapidez e eficiência na realização das tarefas.

Os dispositivos interconectados substituem o trabalho humano e diminuem a necessidade de intervenção humana na execução das tarefas operacionais na indústria 4.0. Soluções de IoT diminuem a necessidade das manutenções urgentes, impedem a paralisação da produção e substituem a mão de obra em processos repetitivos, de modo que os colaboradores podem realizar outras atividades.

Com o auxílio da IoT, é possível identificar falhas em equipamentos, assim como acompanhar a sua produtividade. Os dispositivos evitam acidentes, monitoram processos por umidade e temperatura, impedem o acesso imprudente de trabalhadores a máquinas superaquecidas, identificam incêndios, detectam vazamentos de gás e muito mais. Em decorrência disso, muitos erros são eliminados, e as operações, monitoradas.

Cultura de inovação

A cultura de inovação precisa ser introduzida nas indústrias 4.0 visto que ocorre uma mudança no modelo do negócio que se torna mais digital, tecnológico e moderno. Ferramentas disruptivas são implementadas, e os líderes precisam direcionar esforços para o gerenciamento das inovações. Novas estratégias são desenvolvidas para que as iniciativas produzam efeitos positivos.

Mas isso não pode ser feito de um momento para o outro. A adoção de uma cultura que apoie todas essas mudanças é indispensável para haver o desenvolvimento dos profissionais envolvidos nos processos produtivos. Diante disso, surge espaço para a criação de valores, direcionamentos e práticas que vão incentivar o surgimento de novas ideias.

Otimização da cadeia de suprimentos

Aposte em tecnologia, ferramentas ágeis e soluções de ponta para a otimização da cadeia de suprimentos. Analise as tendências do mercado e aproveite todas as oportunidades para automatizar tarefas, desde o departamento de estoques até os processos logísticos. A indústria pode ser beneficiada por big data, robótica, realidade aumentada e outros conceitos provenientes da transformação digital.

Compreendeu o que é gestão da inovação e como aplicá-la na indústria? Saiba ser possível mensurar os resultados dessa gestão, utilizando indicadores de desempenho e inovações tecnológicas que coletam e integram informações, processos e departamentos. As organizações que deixarem de investir nesse tipo de gerenciamento arriscam serem ultrapassadas pelos seus concorrentes.

Gostaria de saber um pouco mais sobre assuntos relacionados? Continue lendo e descubra qual é o papel das soluções inteligentes nas indústrias!

Gostou? Compartilhe nas redes sociais!