fbpx

Descubra como funciona a automação elétrica residencial!

automação elétrica residencial
25/08/2021

Descubra como funciona a automação elétrica residencial!

A automação elétrica residencial é uma possibilidade interessante para pessoas que gostariam de controlar o sistema de iluminação para casa, com o uso da Internet, automação com voz e aplicativos. Ela oferece inovações constantes desde o surgimento dos primeiros relés fotoelétricos e sensores de presença.

Hoje, é possível fazer ajustes e usar a automação elétrica residencial para planejar o retorno para casa após um dia de muito trabalho. O usuário pode ligar sua banheira de hidromassagem e seu ar-condicionado à distância, antes de entrar em sua residência. As soluções estão em constante desenvolvimento e a cada dia precisam menos da intervenção humana.

Quer saber como funciona a automação elétrica residencial e quais são as vantagens de contar com uma casa inteligente? Continue lendo este artigo!

Como funciona a automação elétrica residencial?

A automação elétrica residencial funciona por meio de recursos avançados, que interpretam os comandos de voz ou toque dos usuários e ordenam que os objetos façam diversas ações. Os sistemas de iluminação que contam com essas tecnologias inovadoras permitem o acendimento das luzes de qualquer lugar e no momento em que o proprietário da casa decidir acendê-las.

Conexão com a Internet

Essa inovação não é tão complexa quanto parece. Os profissionais especializados podem implementar esses projetos usando uma placa conectada à sua rede wifi ou via bluetooth. A residência toda poderá ser facilmente automatizada com o uso de tecnologias separadas ou execuções feitas em etapas. A tecnologia controla as lâmpadas e permite criar diversos cenários no ambiente doméstico.

Gerenciamento remoto

Um sistema de automatização da iluminação residencial vai integrar toda a rede de energia elétrica do imóvel ou somente alguns pontos específicos, conforme a necessidade do usuário. O receptor funciona como interruptor dos circuitos dos quartos, sala, cozinha, banheiro, varanda, home office etc. O proprietário da casa consegue fazer o gerenciamento remoto e controlar tudo com um único toque ou comando.

Uso de dispositivos móveis

Os sistemas mais modernos apresentam teclados para controlar a iluminação da residência. Os dispositivos contam ainda com vários recursos, como assistente virtual, tela touch, acionamento à distância e controle de cenas. O usuário pode criar efeitos interessantes, fazer várias combinações e regular a intensidade das luzes. Tudo isso pode ser feito por meio de um tablet ou smartphone.

Automação com voz

Os alto-falantes inteligentes favoreceram a automação residencial para a criação de casas inteligentes. Por meio deles, vários dispositivos se tornaram assistentes virtuais que atuam com Inteligência Artificial pelos comandos de voz. Eles permitem o gerenciamento das tarefas e a ativação de equipamentos pelo uso da fala.

Existem assistentes virtuais que integram os aparelhos domésticos e realizam funções como programação de lembretes, realização de ligações telefônicas, acionamento de serviços de streaming musical, entre outras. Há uma série de eletrodomésticos podem suportar a tecnologia ativada por controle infravermelho.

Como funciona uma casa inteligente?

Uma casa inteligente pode ter cômodos enormes ou pequenos ambientes que contenham uma ou mais fontes de iluminação. Ela também poderá contar com luminárias, spots, sancas, lâmpadas, sensores, refletores, lustres, entre outros itens de um projeto luminotécnico. Veja, a seguir, como é o funcionamento das casas inteligentes, cuja luminosidade é planejada por profissionais.

Funcionalidade

A iluminação automatizada não é somente um luxo, já que um de seus maiores aspectos é a funcionalidade. Com a automação do sistema elétrico residencial, o proprietário do imóvel consegue programar o acendimento das lâmpadas durante a noite, por exemplo. Essa possibilidade simplifica a vida, promove conforto e bem-estar aos usuários, inclusive àqueles que gostam de fazer viagens.

Sistemas de segurança

Entre os principais dispositivos que fazem parte do sistema de segurança em eletricidade estão os produtos como câmeras, alarmes, sensores de presença, trancas de portas e janelas que funcionam com biometria e muito mais.

O sistema de segurança inteligente funciona juntamente com outros itens do projeto luminotécnico e possibilitam o acionamento das luzes externas para averiguar o que acontece do lado de fora. As câmeras de segurança, por sua vez, transmitem as imagens pela Internet, para que o imóvel seja visualizado a quilômetros de distância pelo proprietário e pela empresa de vigilância contratada.

Um imóvel inteligente, normalmente, recebe a implantação de sprinklers, sensores de fumaça e sistemas de contato direto com a polícia, em caso de arrombamentos. A biometria auxilia a controlar várias funções, evita que pessoas não autorizadas entrem na residência e suas trancas impedem os filhos pequenos de saírem sem a autorização dos pais.

Automação da iluminação

Uma casa inteligente conta com a automação da iluminação, implementada por empresas especializadas. Com esses recursos, os moradores poderão personalizar a luminosidade e ir além de ligar ou desligar as luzes por meio da automação. Eles poderão iluminar, escurecer e inclusive colorir os ambientes para deixá-los encantadores.

A automação da iluminação ajuda a economizar energia elétrica, já que o controle das lâmpadas e dos aparelhos domésticos estará nas mãos do morador. O usuário poderá usar somente a quantia certa para iluminar os ambientes, prolongar a vida útil dos dispositivos que emitem luz e receber uma fatura reduzida no fim de cada período.

Automação do som

O sistema de som automatizado permite que o usuário distribua os vídeos e as músicas em um único ambiente ou em todos os cômodos da residência. Os moradores conseguirão diminuir ou aumentar o volume para que ele fique na altura ideal. Além do mais, é possível selecionar uma cena inteligente para que o espaço se ajuste com a opção escolhida.

Configurações pré-salvas

O usuário poderá ter as suas configurações preferidas pré-salvas, por exemplo, cenário para festas ou para assistir filmes e séries. Também, pode-se usar um sistema apropriado para irrigar as plantas, por meio da instalação de sensores de umidade da terra. Flores, árvores frutíferas ou ornamentais receberão a quantidade de água necessária para serem mantidas saudáveis.

Controle de temperatura

A automação residencial oferece a possibilidade de acionar o aquecedor ou o ar-condicionado ao se aproximar da casa, para que a temperatura esteja ideal no momento do retorno. Por outro lado, existem programas que poderão ajudar o usuário a controlar todos os equipamentos e sistemas automatizados.

Quais as vantagens de investir em automação?

As tecnologias atuais possibilitam o controle ou a programação dos cenários por meio de um celular ou das assistentes virtuais. Como você pôde ver, os investimentos em automação podem trazer muitas vantagens. Uma delas é a economia de recursos financeiros e outra que é muito importante é a tranquilidade dos moradores.

Descobriu como funciona a automação elétrica residencial? Agora, você já conhece os principais benefícios de investir em automação e quais aplicações estão disponíveis atualmente. Saiba que um projeto de iluminação elétrica residencial deve ser implementado por profissionais especialistas, que fornecerão todas as dicas para o aproveitamento da automação 4.0.

Deseja obter mais informações sobre como funciona a automação elétrica residencial? Fale com um dos nossos consultores e tire suas dúvidas!

Gostou? Compartilhe nas redes sociais!