fbpx

Tecnologias da indústria 4.0: conheça as mais utilizadas e seus impactos

tecnologias da industria 4.0
23/11/2020

Tecnologias da indústria 4.0: conheça as mais utilizadas e seus impactos

A transformação digital está se intensificado em diversos segmentos da economia. Um dos motivos é que as companhias necessitam de alternativas para serem mais competitivas e estarem mais atentas aos anseios do público-alvo.

Empresas da indústria 4.0 estão cada vez mais convencidas de que acompanhar o avanço tecnológico é uma questão de sobrevivência. Esse cenário contribui para que tenham um ambiente mais favorável para a inovação e o uso de ferramentas com foco na redução de custos e no aumento da produtividade.

Neste post, vamos apontar vários aspectos que reforçam a importância da tecnologia para tornar o conceito de indústria 4.0 mais presente no mundo corporativo. Continue a leitura e saiba mais.

Como a indústria 4.0 vem revolucionando o mercado?

As tecnologias da indústria 4.0 foram apresentadas ao público, pela primeira vez, na Feira de Hannover, na Alemanha, em 2011. Empresas do setor tecnológico, universidades e centros de pesquisas demonstraram uma nova visão sobre o funcionamento das fábricas. Para não ficar apenas na teoria, o setor produtivo passou a contar com 6 novas ações, como:

  • operação em tempo real (permite coletar e analisar dados de forma ágil, facilitando a tomada de decisão);
  • virtualização (propicia simular, rastrear o monitorar os processos produtivos com o uso de chips e sensores);
  • descentralização (as máquinas inteligentes tomam as próprias decisões graças à capacidade de comunicação entre si);
  • orientação a serviços (o uso de softwares possibilita um maior foco em resultados e na melhoria contínua de desempenho);
  • modularidade (viabiliza a produção sob demanda, tornado mais flexível a entrada e a saída de módulos adotados em um sistema de produção);
  • interoperabilidade (consiste na comunicação efetiva e constante entre dispositivos, máquinas e sistemas).

Esses conceitos se concretizaram graças à adoção de novas tecnologias da indústria 4.0 que serão apresentadas no próximo tópico.

Quais são as principais tecnologias utilizadas?

É um assunto que desperta muita curiosidade no mundo corporativo. Uma das razões é a necessidade de buscar alternativas para atingir uma performance notável. Pensando nisso, vamos destacar os recursos tecnológicos vitais para o setor industrial. Acompanhe!

Inteligência Artificial (IA)

Por meio da coleta, armazenamento e análise de dados, os algoritmos possibilitam que as máquinas sejam capazes de aprender de forma parecida com a dos seres humanos. Com o advento da inteligência artificial, é possível robôs executarem ações feitas somente por pessoas até pouco tempo atrás.

A utilização de softwares inteligentes viabiliza o trabalho com grandes volumes de informações gerados por uma fábrica. Assim, são identificados padrões que ajudam a tornar os processos mais eficientes, o que é muito importante para reduzir erros e custos.

Internet das Coisas (IoT)

É uma das tecnologias da indústria 4.0 mais comentadas atualmente. Também conhecida como IoT, em virtude da abreviação do inglês Internet of Things, esse recurso colabora para as máquinas físicas estarem conectadas ao mundo digital.

Nas indústrias, a Internet das Coisas é responsável pela conexão de toda a cadeia produtiva ao fazer a coleta de informações por sensores que viabilizam a transmissão de dados à rede mundial de computadores. Essa ação permite a análise de informações em tempo real de diversas etapas da produção industrial.

Big Data e Analytics

O big data na indústria 4.0 se caracteriza pela captura de um grande volume de dados, o qual é muito superior ao que pode ser lido e assimilado por uma equipe de trabalhadores. Isso acontece pelo uso de sensores instalados em cada aparelho, o que ajuda a gerar informações de forma instantânea.

Com o uso de Analytics (estruturas de sistemas e algoritmos que entendem, catalogam, separam e analisam um grande volume de informações), a Inteligência Artificial passa a colaborar, de maneira mais intensa, para o funcionamento das fábricas.

Computação em Nuvem

Também conhecida como Cloud Computing, é uma das tecnologias da indústria 4.0 mais importantes na atualidade porque permite às companhias armazenar um grande volume de informações com extrema eficiência.

A computação em nuvem tem como ponto positivo viabilizar a mobilidade, a escalabilidade e a segurança dos processos por meio de servidores virtuais. Assim, a indústria não precisa fazer investimentos pesados em equipamentos para contar com uma robusta infraestrutura de TI.

Gêmeos Digitais

A característica principal é propiciar a simulação de forma precisa de todo o processo produtivo, além de incluir o monitoramento de falhas e fragilidades nos sistemas. Dessa maneira, permite testar um produto ou processo digitalmente, reduzindo os custos operacionais e viabilizando a análise por profissionais em diferentes lugares em tempo real.

O desenvolvimento dos gêmeos digitais requisita o uso de softwares que sejam capazes de implementá-los em toda a cadeia de valor, o que envolve o planejamento, a projeção e a operação de produtos, além de sistemas de produção.

Impressão 3D

Apresenta como aspecto positivo a redução de custos e materiais desperdiçados no processo. Também colabora para o compartilhamento virtual de modelos de projetos entre as diferentes unidades de uma empresa.

É uma das tecnologias da indústria 4.0 que mais trabalham com o conceito de colaboração no mundo corporativo. Com a utilização de sistemas avançados, é viável projetar peças a serem impressas no formato camada por camada. Tudo isso ajuda a elevar o nível de versatilidade e escalabilidade no setor industrial.

Cibersegurança

A digitalização da indústria é um processo bastante complexo e que demanda um elevado grau de segurança da informação. Afinal, o acesso indevido a equipamentos por cibercriminosos gera graves problemas na produção, além de consideráveis prejuízos financeiros e de imagem.

Adotar mecanismos inteligentes para dificultar ao máximo as ações de criminosos virtuais deve ser uma das prioridades dos gestores que investem na indústria 4.0. Esse cenário mostra como a cibersegurança exerce um papel relevante para o bom funcionamento das fábricas.

Qual a perspectiva de crescimento desse setor?

Há um grande potencial para a indústria 4.0 crescer em território nacional e no mundo inteiro. De acordo com um estudo da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a estimativa é que sejam investidos US$ 15 trilhões em soluções inovadoras para o setor industrial nos próximos 15 anos.

Otimizar custos e reduzir o tempo de resposta às demandas dos clientes são imprescindíveis para atingir excelentes resultados. Por isso, investir em tecnologias da indústria 4.0 tem sido uma alternativa cada vez mais interessante para diversas companhias.

Se você está em busca de informações sobre as melhores práticas para o setor industrial, vale a pena assinar a nossa newsletter agora mesmo! Afinal, o conhecimento é peça-chave para inovar e vencer desafios.

Gostou? Compartilhe nas redes sociais!